França vs Croácia: onde estão as melhores águas para nadar?

França vs Croácia: onde estão as melhores águas para nadar?

Por Samir Barel

 

Olá pessoal!! Tudo bem? Você sabia que França e Croácia, finalistas da Copa do Mundo de Futebol, também fazem uma bela disputa nas águas!? Não é novidade que na piscina os nadadores franceses estão entre os mais vitoriosos da história da modalidade, tendo participado de todas as edições dos Jogos Olímpicos e conquistando títulos e recordes mundiais em piscinas longas e curtas. Já os croatas estão entre as potências do polo aquático e o esporte é uma das maiores paixões nacionais, haja vista a tradicional touca da modalidade que é praticamente adereço da torcida local. Mas o que muitos não sabem é que quando o assunto é águas abertas, a disputa entre os dois países europeus é muito parelha!!

 

Tive o prazer de concluir e, 2015 a temida e sonhada Travessia do Canal da Mancha, saindo de Dover na Inglaterra e chegando em Calais, litoral norte francês, após nadar 10h14min. Posso garantir que não é a toa que o desafio é considerado um dos mais difíceis do mundo. Nos quilômetros finais, já avistando a orla francesa, peguei uma corrente lateral muito forte que fez com que o percurso de 34km se transformasse em 46km pelo arrasto.

 

O mediterrâneo ainda guarda algumas surpresas para quem gosta de “pegar leve”. A Riviera Francesa é um lugar ótimo para treinamentos de natação em águas abertas por conta das calmas águas azuis e, claro, da vista espetacular das montanhas. E quem gosta de desafios curtos, em 2016 treinei uma atleta para o Desafio de Monte Cristo (Le defi de Monte Cristo), em Marselha. São cinco provas em três dias de competição, totalizando 20km nadados, um estímulo diferente para quem já pratica a natação em águas abertas, mas também deseja aproveitar para praticar o turismo na França (que era um dos desejos da aluna).

 

Mas Croacia com mais de 1100 ilhas e ilhotas não deixa a desejar na busca por novos destinos e belas paisagens. Além das águas cristalinas do Mar Adriático, nesta região não existem tubarões ou outros animais marinhos perigosos, o que ajuda a atrair tanto nadadores amadores como profissionais. O clima agradável da região também faz com que a temperatura da água seja favorável para os nadadores, com média aproximada de 25 graus. Apesar de ser um país com um litoral de apenas 1.000 milhas, as provas de longa distância estão se tornando cada vez mais populares na região.

 

Os croatas inclusive entraram em 2017 para o famoso Global Swim Series, a maior coletânea de provas de natação em águas abertas do mundo. A Maratona Aquática da Raslina é realizada no curioso Lago Prokljan, ligado ao mar por um canal estreito que conduz ao porto de Šibenik. Essa conexão proporciona um efeito único, fazendo com que a água seja salgada em suas camadas inferiores e doce perto da superfície. A prova principal de 5km, mas o evento oferece um trajeto de 1,5k para os que gostam de velocidade e uma “Travessinha” totalmente gratuita para crianças.  E por falar em crianças e jovens, Zagreb inclusive está sediando entre os dias 18 e 20 de julho o Campeonato Europeu de Natação em Águas Abertas para categoria Junior da FINA, o que mostra que o país já faz parte do roteiro das grandes competições mundiais.

 

E você, que tal explorar alguns desses paraísos?!