Boas!
E aqui vamos nós para mais uma 5a bem interessante…
Se não nadou e nem passou no mercado pra fazer as suas compras(calma que a ficha já vai cair), pode ler e na sequencia “bora” para o que te faz bem: ATIVIDADE FÍSICA BEM ORIENTADA!

Me lembro quando adolescente de uma comedia chamada “MULHER NOTA 1.000”.
O filme se passava nos anos 90 onde 3 garotos de uns 14/15 anos se reuniram para “criar” uma Mulher perfeita…
Pra nós aqui, seria mais ou menos assim:
-Boas! Não vai nadar hoje?!
-CLARO QUE VOU!
-Ué mais a piscina é por ali!
-Eu sei, mas como hoje tem uma série de Crawl vou passar na loja pra comprar o nado submerso do Michael Phelps, a saída do Cielo das Olimpíadas de 2008, os 1os 50m do Marcelo Chereguini nas Olimpíadas de 2016, e o final de prova do Nathan Adrian das Olimpíadas de 2012. Fala pro Indiani que logo menos chego lá pro aquecimento…

Traçando um paralelo com o filme seria muito bom e fácil(porém não barato) se isso fosse possível, mas na vida real não existe nada no mercado ou até mesmo na “AMAZON” como isso para os próximos MUITOS anos…

Quando assistimos competições não só de natação mas de várias outras modalidades geralmente nos deparamos com corpos “esculturais”, esculpidos nos mais ricos e perfeitos detalhes.
Neste momento, quantos não pensarem em possuir uma forma fisica como aquela?!
Podem levantar as mãos sem vergonha!!!!!
Eu já levantei as duas mais os dois pés…

Ao olhar para estes corpos temos duas opções:

1)”sonhar” e acreditar que é possível alcançar uma forma fisica como esta e no futuro ficar desiludido(a) por perceber que o “buraco é + em baixo”, ou..

2)”admirar” e saber que a saúde não necessariamente esta associada a um formato fisico “perfeito”.

Lembrem-se também que estes “SERES + QUE HUMANOS” tem o Esporte como “PROFISSÃO”, e que esta profissão, não é tão saudável quanto imaginamos…
Existem lesões, restrições alimentares, regras muito claras e rígidas sobre medicação e outras tantas que nem preciso falar…
Temos como exemplo alguns “SUPER HUMANOS” que seguem bem esta cartilha… Léo de Deus, Betina Lorscheitter, Allan do Carmo e Samir Barel sabem muito bem o significado disso.

Treinar de 4 a 6 horas por dia, de 8 a 12x por semana tem o seu preço. O corpo esculpido e por algumas varias vezes bem dolorido é apenas uma delas…
Infelizmente para muitos, o que conta é apenas o tempo que se passa na piscina, na sala de musculação, no selim da bicicleta, ou com os pés dentro de um bom tênis de corrida seguindo a trilha do Forest Gump…
Alguns pilares do treinamento devem, e tem que ser levado em conta; não só a relação de tempo praticando a atividade, mas o sono/repouso, intensidade, freqüência, alimentação, acompanhamento Profissional e avaliações periódicas.
Aceitar-se na forma/formato que nos propusermos a manter é uma escolha, ela é livre e pertence a cada um, o esporte praticado seja ele como profissão ou lazer nos trará mais benefícios que malefícios, mas a obsessão pela “coisa”, penso eu que as chances de terminar em frustração aumentarão consideravelmente…

Ter estes “SUPER HUMANOS” como exemplo e referência de dedicação, comprometimento, superação e perseverança nos faz sentir que o esporte mais do que apenas um corpo bem “esculpido”, nos faz aprender e desenvolver lições para serem aplicadas no dia a dia; coisa que em uma sala de aula durante nossa vida escolar jamais teremos chance de aprender.
Como nós “mortais” estes “SUPER HUMANOS” também saem da cama com uma certa dificuldade em algumas manhãs frias e chuvosas, se frustram com alguns vários resultados, ficam de mau-humor, mas escolhem seguir e terminar as suas tarefas…

Lembre-se:
Ao invés de sair para “comprar” o submerso do Michael Phelps, procure “trabalhar” duro durante o seu treino para melhorar o “SEU” submerso…

Troque a dieta da revista, pela consulta de um bom Nutricionista…

Se descansar/repousar após um treino intenso é considerado coisa de “fraco”, procure de vez em quando ser um destes “FRACOS”…

Ao acreditar que a intensidade do treino deva ser diariamente mais alta que o Cristo Redentor, talvez a altura do “Anão de Jardim” deva ser um bom referencial pra Você…

Seja Você Profissional ou Amador do Esporte, o treinamento bem orientado, o respeito para com o seu corpo, e a aceitação de que existe um número de camiseta específico para cada tamanho pode lhe dar muita vantagem sobre os que pensam diferente, ou não levam muito a sério os itens mencionados acima.

Agora é só escolher o que mais lhe agrada e lembrar que os resultados não são conseguidos da noite para o dia, e que “atalhos” geralmente não são a forma mais segura de obter resultado!

Forte e molhado abraço,
Indiani

Alexandre Indiani
#ENCONTRO NACIONAL de TÉCNICOS
#MORMAII NATAÇÃO e WETSUIT
Skype a.s.indiani / USA +1 904-525 0644