Um super-herói que mora em mim

Deixamos o bolo de chocolate de lado ao menos por enquanto, pois já entendemos que nossa mente faz o que pedimos. (Se você ficou curioso para saber o que um bolo de chocolate faz aqui leia o ultimo post – Faltou cabeça, o psicológico não ajudou)

O que você deve estar se perguntando agora é: por que não damos a ordem de maneira clara e certa ao nosso cérebro do que realmente queremos? Simplesmente porque ninguém nos ensinou. Só nos ensinaram a treinar. Deveriam ter nos ensinado a ter como pensar como campeões, a ter atitudes de campeões.

Porque ninguém nos ensinou a ter atitude de vencedor? Atitude de vencedor não é bem vista na nossa sociedade. Imagina, claro que é, você deve estar falando. Mas vem cá e pensa comigo: Quando temos uma alta autoestima, segurança, nos sentimos superbem, confiantes, por incrível que parece não somos vistos como campeões e sim como pessoas com um ego enorme, prepotentes. Se formos mulheres então, nem se fala, como assim… ta se achando …. tipo assim a última bolacha do pacote.

Então, melhor voltar a ter o pensamento de ser uma pessoa normal …. sem se olhar no espelho e ver uma pessoa com todo potencial para vencer.

Ta entendi, mas você escreveu que iria detalhar o que fazer para mudar a minha atitude, mudar meus hábitos para melhorar meu rendimento.

As suas marcas …… prepara …. vai ….

Quando chegar em casa depois de um treino pare um pouco e reflita como você chegou no seu treino, como você treinou e como você saiu do seu treino. Quais são seus pensamentos e comportamentos antes, durante e depois. Pegue algum papel, um caderno e escreva, escreva com canetas coloridas, faça um belo desenho, um gráfico, dedique um tempo a isso!

Agora uma pergunta importante: Como seria se um campeão fizesse o “seu” treino? Como você acharia que ele agiria? Se conseguiu responder essa pergunta é porque o campeão está dentro de você e você nunca escutou! Aproveite para escuta-lo agora!!!

Caramba Márcia, eu nunca tinha pensado assim. Quer dizer que quando eu me identifico com um campeão é porque eu tenho essa característica em mim? Pois é pessoal é isso ai! (Pense nos personagens da DC ou da Marvel, porque tantos super-heróis? Porque as pessoas são diferentes, Cada uma se identifica com um deles)
Faça escreva agora como seria seu treino realizado pelo seu lado campeão! Agora compare os dois. Qual é mais agradável de ser realizado?

Então o desafio desses 15 dias próximos é refletir sobre essas questões e começar a colocar essas atitudes em prática.
Isso é começar a reparar como você se porta no treino. Lembre-se que a hora de fazer mudanças é durante treino. Precisamos criar o habito de treinar nossos pensamentos para na hora “h” eles serem automáticos.
Nesse primeiro passo vamos observar nossos hábitos. Lembre não tenha pressa de mudar. Estamos em um processo de “destreinamento” de hábitos que não nos levam a grandes resultados positivos.

O mais importante, não fique preso a regra dos livros dos 21 dias ….. isso não existe. A não ser que você ache interessante ficar flertando com uma tomada e ache interessante colocar o dedinho la …. e quando tiver levado um choque tenho a certeza que esse comportamento terminou , acabou de ser existo ( nunca mais vai colocar o dedo na tomada) Ta vendo nem precisou de 21 dias….

Mas os hábitos são como uma potente cola. É preciso paciência para perceber e colocar um habito que possua um resultado melhor no lugar.

Para facilitar vou deixar uma listinha para ajudar
Existe vida depois da vitória ……

Texto de Márcia Martins
Psicologa do Esporte
Psicóloga do núcleo de Ginecologia do Esporte da Universidade São Paulo UNIFESP
E-Mail: marciapsicologiaesportiva@gmail.com